Acampamento de montanha 2009: Defesa da Terra, formaçom, festa e militância

Preme no cartaz para o ver de perto

Os dias 18, 19 e 20 de setembro som as datas para o acampamento de montanha 2009.

Este é a segunda ediçom do Acampamento de Montanha. Neste 2009 organizamos três jornadas de conhecimento directo da serra, longe dos barulhos habituais, e numha comarca que nom se salvou das cuiteladas das grandes infraestruturas, a Seabra.

Desta vez deslocamo-nos ao sul-leste do território galego, a Luviám, tristemente de actualidade por ser um dos tramos desse AVE tam destrutivo com a nossa terra. Umha infraestrutura que consome milheiros de euros e arrasa com o meio natural, vilas e aldeias.

A construçom do AVE destrozará os montes e bosques de Luviam para fazer umha obra nom necesaria para @s galeg@s; um meio de transporte elitista que contribuirá como muitas outras á desfeita do nosso pais em beneficio duns poucos.

Na linha que vimos defendendo de AMAL, tencionamos que os encontros sirvam para conhecer directamente a Terra e livrar-nos de tanta ignoráncia que ainda arrastamos sobre ela; para saber das agressons que padece, e das melhores maneiras de combater os expoliadores que estám a ameaçar a Galiza; para debater e formar-nos; e demostrar que formas de vida anti-consumistas som possíveis. Por suposto, também apostamos pola diversom, mas procurando fugir do lazer encadeado ao dinheiro, à incomunicaçom e às drogodependências.

Como chegar?

Disponibilizamos os horarios de comboio desde Ourense para se achegar a Luviam e voltar o domingo:

Ourense-Luviam----------------- Quinta-Féira 17 de Setembro às 17:25
Ourense-Luviam ---------------- Sexta-Féira 18 de Setembro às 20:10
Luviam-Ourense----------------- Domingo 20 de Setembro às 18:10

Desde AMAL recomendamos que vaiades em transporte público, a pé ou em bicicleta. De precisar vir em transporte privado, compartilhádeo com outras pessoas que tenham pensado ir.

Programaçom do Acampamento 2009:

Resumo 6ª feira
10:00 Recibimento
11:00 Saída rota do Castro das Muradellas. Dificuldade baixa
16:00 Trabalhos na zona de campismo
20:00 Palestra: História e língua da comarca e da Galiza irredenta em geral. Com Mário Pereiro e Xavier Xil.
22:00 Ceia
22:30 Jogos
Resuma sábado
8:00 Alvorada
8:30 Almorço
9:30 Roteiro + formaçom em reconhecemento de plantas
19:00 Palestra: Soverania alimentar. Lidia Senra (Sindicato Labrego Galego)
21:00 Ceia
22:00 Foliada com gaiteir@s, pandereteir@s, tamborileir@s, acordeonistas ... e algumha sorpresa.
Resumo domingo
8:00 Alvorada
8:30 Almorço
9:30 Gincana
14:00 Jantar + recolhida
16:00 Palestra: As consecuências do AVE. Marta (autora do vídeo "O AVE: de Barcelona a Galiza")
17:30 Finalizaçom da actividade
18:10 Trem de volta

Como anotarse?

A dia de hoje podes anotar-te enviandonos um correio a aguaslimpas@gmail.com ou chamando ao 988 280 400 (de 9h a 14h). Faino quanto antes porque precisamos ja a listagem de asistentes para preparar as actividades, comida, etc. O preço das jornadas som 20 Euros para afrontarmos gastos de comida e alojamento.

Que precisas?

Por suposto, tenda de campanha e roupa de monte (apenas botas, prendas resistentes e mudas, deixa-te de marcas e consumo de logos comerciais). Umha linterna, se podes uns prismáticos, navalha... . Nom te preocupes da comida, que disso já se encarrega a organizaçom. Ainda que che pareça mentira, nom precisas praticamente dinheiro, porque na montanha consume-se pouco. Umhas poucas moedinhas por se precisas fazer umha chamada de urgência dum telefone público (no monte tampouco se precisa móbil).

Isso si: som obrigatórias as ganas de andar, de conhecer a nossa Terra e energias para contribuir a esta comunidade de resistência polo nosso país.

Podedes consultar na nossa própria página (no lateral arriba) as entradas do "acampamento de montanha" do ano pasado.

Imagens do concelho de Luviam:




Imagem da aldeia de Luviam

Luis Caruncho, gaiteiro e zanfonista que participou na foliada do acampamento do ano passado, fixo este video-clip de música tradicional com o seu grupo Os Carunchos onde podemos ver o mapa comarcal coa toponímia do pais e ao propio Luis tocando e dançando na Seabra; Comarca onde se fai o acampamento este ano. A letra cantada é original de Manuel Maria do poema Galicia do seu libro Os soños na gaiola de 1968:




A AGRUPAÇOM DE MONTANHA AUGAS LIMPAS (A.M.A.L.) é umha organizaçom independentista de defesa da terra. Toma o seu nome de um dos campamentos que o Exército Guerrilheiro do Povo Galego Ceive tinha nos Montes do Invernadoiro, no Maciço de Maceda.

A Terra galega comprende a actual Galiza administrativa e os territórios históricos orientais da Terra Návia-Eu, Vale de Íbias e Berzo,
a Cabreira e a Seabra.

A defesa da Terra implica conhecer, sentir, respeitar, desfrutar e identificar-se com o nosso País, o seu povo e a sua cultura.

A defesa da Terra implica defender o direito das galegas e galegos a vivermos dignamente no nosso território, sem ingerências impostas desde fora.

A defesa da Terra implica viver e relacionar-se com outras pessoas e com a natureza longe dos parámetros do consumo, individualismo e depredaçom capitalistas.

A defesa da Terra implica construir umha comunidade de resistência que faça frente à violência e espólio sistemáticos que se exercem sobre os recursos naturais, económicos e identitários da Galiza.


A AGRUPAÇOM DE MONTANHA AUGAS LIMPAS tem como actividades:

  • Conhecimento e desfrute da nossa Terra.
  • Marchas e campamentos de montanha.
  • Conscientizaçom e denúncia das agressons sobre o nosso território.


As actividades desenvolvem-se em território galego. O funcionamento interno é assembleário, havendo responsáveis de distintas funçons e actividades.

O símbolo da AGRUPAÇOM DE MONTANHA AUGAS LIMPAS é um/ha montanheiro/a com cabeça de cabra, símbolo de identificaçom com a nossa Terra.

Poderá fazer parte da A.M.A.L. qualquer galeg@ que partilhe estes princípios e esteja dispost@ a participar nas suas actividades.